quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

As 5 fases

                           
 Quando se perde alguém querido passamos por cinco fases. A negação, a raiva, a negociação, a depressão e finalmente a aceitação. Bom, o luto é algo que sempre nos acompanha, estamos cercados por ele: parentes morrem, amigos, conhecidos e até nossos queridos animais de estimação. No entanto, chega um momento em que se deve aceitar que você está vivo, que a sua vida segue, a não ser que estejamos de luto por nós mesmos.

Esse é o meu caso. Estou de luto por meu corpo fadigado, meus sonhos impossíveis e pelas decepções que eu própria procurei. 

Já estive na fase da Negação. É um momento em que a perda me pareceu impossível e eu não conseguia acreditar que eu realmente havia me perdido. Aquela fase em que eu achava que tudo era um sonho e uma hora ou outra eu iria acordar. 

Quando chegou a fase da Raiva eu não estava mais conformada que antes. Eu estava alterada. Eu não era mais a mesma. Mas mesmo assim, apesar da perda já consumada negamos-nos a acreditar. Eu pensava '' por que eu?” e qualquer palavra de conforto me parecia falsa, como se eu não pudesse de forma alguma ser consolada. Eu não deixava que me consolassem e eu não queria esquecer. Queria lembrar e remoer todo o sofrimento que eu achava que tinha e no entanto eu não sabia, eu ia viver, aliás, eu estava viva.

Então veio a Negociação. Aquela coisa boba que a gente faz com Deus. Se fizerdes isso, então eu farei isso. Comecei a negociar meus sofrimentos. Ele me fazia feliz e eu fazia o que ele queria, mas acredite se quiser, tudo tem um porquê e se você quer saber, Deus não aceitou minha oferta, porque o que estava acontecendo comigo estava também sendo permitido por Deus. 

Aí veio a depressão. Vi que Não havia como escapar da perda, e senti o vazio imenso. Tomei consciência que nunca mais iria ser aquela pessoa que um dia fui, e com o desaparecimento dessa pessoa, foram embora com os sonhos, projetos e todas as lembranças para que um novo alguém se levantasse.

Finalmente senti a aceitação. A última fase do luto. Esta fase é quando eu aceitei a perda por necessidade. Nesta fase o espaço vazio deixado pela perda é preenchido. É aí que percebemos do que precisamos e do que é essencial. No fim das contas você percebe o quanto foi idiota.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página Anterior Próxima Página Home
Layout criado por